jusbrasil.com.br
12 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Acusado da morte de Celso Daniel é condenado

    Itamar Messias Silva dos Santos foi condenado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e sem dar chance de defesa à vítima

    Publicado por Estadão
    há 6 anos

    ITAPECERIA DA SERRA - O Tribunal do Júri de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, condenou nesta quinta-feira, 22, o réu Itamar Messias Silva dos Santos, de 32 anos, um dos acusados da morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Augusto Daniel (PT), a 20 anos de prisão em regime fechado.

    Veja também:

    Rachada, oposição entrega pedido para que Lula seja alvo de nova investigação

    Substituto de Ayres Britto julgará recursos

    Santos foi condenado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e sem dar chance de defesa à vítima. Ele participou do sequestro do ex-prefeito e o levou para um cativeiro, onde a vítima foi assassinada a tiros. O juiz Antonio Augusto de França Hristov levou em conta o fato de a vítima ser prefeito na época e a comoção causada pelo crime para fixar a pena. Beneficiado por um habeas corpus recentemente, ele poderia recorrer em liberdade, mas já responde ...

    Ver notícia na íntegra em Estadão

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)